Terça, 25 de Junho de 2024
Cidades Cabeceiras do Piauí

Prefeito de Cabeceiras do Piauí gastou quase 300 mil reais só em diárias em 2023

Cabeceiras do Piauí

06/02/2024 às 14h05 Atualizada em 06/02/2024 às 14h20
Por: Ananias Araújo
Compartilhe:
Prefeito de Cabeceiras do Piauí gastou quase 300 mil reais só em diárias em 2023

O prefeito do município de Cabeceiras do Piauí, professor Zé Filho (PP), abriu uma nova modalidade de contemplar pessoas com recursos públicos, sem prestação de serviço.

Em um ano, ele pagou o montante de R$ 288.102,82 somente em diárias.

A ideia poderia ser de valorização dos servidores públicos municipais, mas apuração do Em Foco, aponta que uma mesma pessoa recebeu, em média, 16 diárias todos os meses. Isso significa que o servidor praticamente não prestou serviço no órgão onde é lotado na prefeitura, mas apenas viajando.

Outro dado apurado pelo Em Foco é que tem servidor na lista, que nem em Cabeceiras do Piauí reside e as diárias seriam para deslocamento do mesmo da cidade de Cabeceiras para o próprio domicilio em outra cidade.

CRIOU LEI PARA BURLAR A LEI

No inicio do ano de 2022, o prefeito encaminhou para a câmara e os vereadores aprovaram a Lei Nº 54/2022, que estabeleceu normas para o pagamento das diárias.

Entre elas, os valores que seriam, por exemplo, valores de R$ 250,00 a R$ 450,00 para o prefeito, dependendo da distância: mínima de 120 e máxima de 401 km. De R$ 100,00 a R$ 360,00 para secretários; e de R$ 50,00 a R$ 180,00 para servidores.

Vários secretários aparecem na lista de pagamentos recebendo valores iguais de R$ 800,00 diversas vezes durante o ano.

Isso significa, na prática, que eles andaram, no mínimo, 800 km em viagens durante o mês.

É cerca de oito vezes a distância de Cabecearias do Piauí a Teresina, por exemplo.

Pior ainda são servidores que também receberam os mesmos R$ 800,00 e a diária de um servidor [comum] é de no máximo R$ 180,00. Isso significa que esse servidor se ausentou pelo menos quatro vezes no mês a uma distância de 800 km.

Foram 3.200 km percorridos. Se levar em conta uma diária de R$ 50,00, por um deslocamento de 120 km, o servidor se ausentou 16 vezes dos município durante o mês e 6 dias no local onde é

lotado.

Como o mês tem, em média, 22 dias úteis, esse servidor trabalhou em seu local de lotação apenas 72 dias no ano e viajou outros 192 dias.

O OUTRO LADO

O Em Foco tentou falar com o prefeito Zé Filho, mas o numero (86) 98902-4742, que aparece no site da prefeitura, não atendeu as ligações nem mensagens por aplicativos.

FONTE: Campo Maior em foco

PUBLICIDADES


* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias